Pular para o conteúdo principal
x

O que é o quilate do ouro?

O que é o Quilate do Ouro?

As ligas de Ouro

O ouro utilizado em joalheria pelos mestres ourives, deve ter uma dureza maior, e, desta forma, dar maior durabilidade e resistência às joias e para este fim, ele é fundido com outros metais, os quais chamamos de “liga”. Desta forma termos um material mais resistente ao risco, e que pode ser trabalhado de forma como melhor convier.

Diversos metais podem ser utilizados nas ligas de ouro: prata, cobre, zinco, paládio, entre outros.

É justamente a quantidade dos outros metais adicionados ao ouro que vai determinar o teor do ouro: quando dizemos que uma aliança é de ouro 18k ou 750, afirmamos que aquela joia foi fabricada com 75% de ouro puro, e 25% de outros metais (liga).

Em termos mais práticos: uma aliança de ouro 18k que pesa 8 gramas deve possuir seis gramas de ouro, e 2 gramas de outros metais que fazem parte da liga.

Observe o gráfico abaixo:

Ouro Puro - 24k ou 999
100%
Ouro 18k ou 750
75%
Ouro 14k ou 585
58.3%

É impossível, a olho nu, diferenciar uma joia de ouro 720 ou 750, mas a diferença na quantidade de ouro que encontramos em uma e outra é grande!

Tabela de Quilatagem

Ouro 1000

Ouro 24k

100% ouro puro

24 partes de ouro

0% liga

0 partes de liga

Ouro 750

Ouro 18k

75% ouro puro

18 partes de ouro

25% liga

6 partes de liga

Ouro 585

Ouro 14k

58,3% ouro puro

14 partes de ouro

41,7% liga

10 partes de liga

Ouro 500

Ouro 12k

50% ouro puro

12 partes de ouro

50% liga

12 partes de liga

Ouro 416

Ouro 10k

41,6% ouro puro

10 partes de ouro

58,4% liga

14 partes de liga

Ouro 375

Ouro 9k

37,5% ouro puro

9 partes de ouro

62,5% liga

15 partes de liga

 

É comum encontrarmos no mercado empresas que testam as joias de ouro que compram quanto à quilatagem. O teste mais conhecido é o "teste por pedra de toque", e data desde 600 a.C.!

Ele só deve ser realizado por pessoas capacitadas, devido à características únicas que precisam ser observadas.

O teste é composto basicamente de:

  • pedra de toque - uma pedra, usualmente lidita, obsidiana ou ainda ágata negra sintética, sem veios ou manchas;
  • ácidos - várias misturas podem ser utilizadas, mas a mais comum é a água-régia, que é uma solução de ácido nítrico com clorídrico;
  • pontas ou estrelas de toque - cada ponta tem um teor diferente, e quanto maior a quantidade de pontas, mais acurácia terá o resultado;
  • mata-borrão - utilizado para finalizar o teste.

O teste do ácido, como é conhecido, tem uma margem de erro de aproximadamente 4%, isso quando é extremamente bem realizado.

Porém, existe um exame químico muito mais rigoroso, com margens de erro de 0,1%, que é chamado de Teste de Copelação. Este teste é extremamente preciso, mas possui a desvantagem de destruir a joia.